• 22/12/2017

    Alugar um imóvel: 7 dicas para você achar o lugar ideal

    Alugar um imóvel: 7 dicas para você achar o lugar ideal

    Qual o principal empecilho na sua atual moradia? Muito longe do trabalho, bairro violento ou barulhos na vizinhança? Menos trabalhoso do que comprar, alugar um imóvel vai além do preço do aluguel, sendo imprescindível tomar alguns cuidados na hora da escolha.

    Muitos quesitos devem ser levados em consideração, então vamos te ajudar a entender um pouco mais sobre os detalhes como IPTU, valor do condomínio, vistoria, entre outros.

    1) Região

    Primeiramente, antes de pensar em um imóvel em específico, é preciso conhecer o bairro onde ele está situado. A segurança e a locomoção que o lugar dispõe deve fazer parte da sua escolha.

    É perto do seu trabalho? Tem ponto de ônibus? Como é a vida noturna? Esses cuidados vão diminuir suas possíveis dores de cabeça.

    2) Imóveis mais novos

    Os imóveis mais novos, via de regra, requerem menos manutenções. Se você tem urgência em se mudar ou quer diminuir as chances de precisar fazer reformas no futuro, este pode ser um ponto importante a ser levado em conta.

    3) Faça mais de uma visita ao imóvel

    Tente ir em horários diferentes, como durante o dia para perceber a iluminação natural e durante a noite para saber como é o movimento da rua e conhecer melhor o bairro.

    4) Calcule o preço real do aluguel

    Além do preço de locação do imóvel, você também deve levar em conta na hora de calcular o total de suas despesas qual o valor do condomínio (se houver), do IPTU e das demais taxas que compõem a locação. O preço do aluguel, por lei, só pode ser ajustado anualmente.

    No caso de condomínios, vale ressaltar que algumas despesas como o fundo de reserva são de responsabilidade do proprietário, portanto pode haver o ressarcimento desses valores ao inquilino.

    5) Leia bem o contrato

    Todos os acordos pré-definidos entre locador e locatário devem ser citados no contrato, como tempo de duração e laudo da vistoria de entrada. Atenção, para a saída do locatário antes do término do contrato é previsto o pagamento de multa.

    Em tempo: Pesquise se o locador é realmente o titular do imóvel e evite problemas com estelionato.

    6) Confira o laudo de vistoria

    Este é um dos momentos mais importantes na hora de alugar seu imóvel. Esteja atento ao laudo de vistoria e, se necessário, aponte seus contra argumentos. Lembre-se que o imóvel deverá ser devolvido ao final da locação da mesma forma que lhe foi entregue.

    7) Escolha o imóvel com a melhor garantia

    Para efetivar a locação será exigida uma garantia. Apenas UMA. Atualmente, as modalidades mais utilizadas são: seguro fiança, título de capitalização e fiador.

    O seguro fiança é feito através de uma Seguradora, e nesse caso, deve-se pagar por ano um valor não reembolsável que pode variar entre um e dois alugueis. É o fim do constrangimento de buscar um fiador, além de uma série de vantagens, como mão de obra gratuita para pequenos reparos ou consertos no imóvel alugado.

    No título de capitalização, o valor contratado será aplicado como forma de garantia. No caso de inadimplência, o proprietário poderá solicitar o resgate deste valor (parcial ou total). No entanto, ao término do contrato, se cumpridas todas as obrigações, o valor aplicado será devolvido com correção monetária.

    O fiador deve possuir renda de no mínimo três vezes o valor do aluguel (+ taxas) e ser proprietário de imóvel quitado e registrado em seu nome.

    *Consulte as modalidades e condições de garantias oferecidas pela Ribeiro.

    Agora que você já sabe como alugar um imóvel da melhor maneira, o próximo passo é encontrar o seu imóvel para locação ideal! Para isso conte com a Ribeiro!

    Acesse: http://ribeiroimoveis.com.br/busca-avancada/2 e confira algumas opções.